Saiam todos da água, listamos 10 filmes sobre o maior predador dos mares

Compartilhe

Filmes sobre tubarões sempre chamam a atenção, seja pelo seu tamanho, pela fome, ou mesmo pela violência que eles proporcionam. Eles são os reis dos mares, mas algumas vezes, os tubarões botaram medo também pelo ar, a ameaça já veio dos céus também e, nesta semana, no dia 9 de agosto chegará aos cinemas o que podemos considerar ao menos no tamanho, o maior tubarão do cinema. O Megatubarão vem ai ai pra fazer história. Diz a lenda que se trata de um tubarão pré-histórico com mais de 20 metros de comprimento, mais conhecido como Megalodon.

Para entrar no clima dos filmes de tubarões, fizemos esta lista com 10 longas pra mostrar que a ameça vem dos mares e também do céu, numa enorme tempestade de tubarões.

 

TUBARÃO (Jaws) (1975)

Falar deste filme numa lista de tubarões pode parecer o maior clichê do mundo, mas é impossível não mencionar o clássico produzido por Steven Spielberg, que marcou época e até foi indicado ao Oscar de Melhor Filme. Talvez foi esse filme que despertou essa paixão por tubarão no cinema na maioria dos cinéfilos.

Em 1975 um terrível Tubarão Branco colocou banhistas para correrem da praia da pequena cidade de Amity e também, alguns cinéfilos de medo que saíram do cinema com aquela sensação de que nunca entraria mais num mar.

A pequena praia então virou refeitório de um gigantesco tubarão branco. O chefe de polícia, Martin Brody quer fechar as praias, mas o prefeito Larry Vaughn não permite, com medo de que o faturamento com a receita dos turistas deixe a cidade sem recursos. O cientista Matt Hooper e o pescador Quint se oferecem para ajudar Brody a capturar e matar a fera, mas a missão vai ser mais complicada do que eles imaginavam.

 


DO FUNDO DO MAR (1999)

Cinema Em Casa, Tela Espetacular, Sessão da Tarde e Tela Quente, Globo e SBT cansaram de passar esse filme em suas programações, de fato o longa se tornou um ícone também quando se trata da ameça das profundezes dos oceanos.

Neste outro clássico, uma bióloga marinha, Susan McAlester, e sua equipe conduzem algumas experiências de credibilidade duvidosa que cria uma nova espécie de super tubarões. Quando três das bestas mortais escapam, ninguém na água está a salvo.

Aqui temos o excelente Samuel L. Jackson, o filme se tornou memorável principalmente por usas boas ideias de roteiro e somando muita aventura e suspense.

 


MAR ABERTO (2003)

A tensão predomina este longa, um filme tenso e intenso o tempo todo. Mar Aberto foca-se na desesperadora situação real de um casal que é esquecido por sua equipe de mergulho e encontra-se à deriva em pleno alto mar, servindo de iscas fáceis para mortais tubarões famintos que circulam o local, esses tubarões, não pretende esquecer o casal de jeito alguns né?

O filme é levemente baseado na história real do casal Tom e Eileen Lonergan, claro, contém muita ficção também nessa trama. O fato aconteceu 1998 quando o casal foram mergulhar em Outer Edge Dive na Grande Barreira de Corais, eles foram
acidentalmente deixados para trás devido a um erro de contagem no barco. Somente dois dias depois seus pertences foram encontrados no barco o que iniciou uma grande busca ao casal mas seus corpos nunca foram encontrados.

 


SHARKNADO 1,2.3,4 E 5

Antes de mais nada, todas as pessoas envolvidas nessa ideia de criarem um tornado, sim, um tornado de tubarões merecem todos os elogios possíveis e, principalmente por levar essa sequência que já está na quinta, a ser um filme “tosco” no bom sentido da palavra. Os maiores acertos deste filme são exatamente os absurdos. São Tubarões de efeitos trash caindo do céu, caindo em cima das presas humanas, é um ataque misturado a uma tempestade que formam um tornando, medo, medo e medo para todos os lados.

Até então, Sharknado se diferenciava dos filmes comuns dos tubarões, os cincos filmes foram dirigido pelo maluco Anthony C. Ferrante, o primeiro foi lançado em 2013, outros lançados em sequência ano a ano e sem perder a essência inicial – mas antes mesmo desta ideia maluca ganhar as telas, em 2010 surgiu o excêntrico e trash “Mega Shark vs Giant Octopus”, “Sharktopus vs Pteracuda”, “Mega Shark vs Crocosaurus”, “Mega Shark vs Mecha Shark” e muitas outras produções destas batalhas foram lançadas. Um colírio para quem gosta desta “trashera” toda.

 


TERROR NA ÁGUA (2011)

Ah, vamos nadar em água doce, lá não tem tubarões…engana-se quem pensou nisso. Um maluco chamado David R. Ellis, fez ao contrário, tirou esses monstros do mar e provou que eles podem sim, sair diretamente da água doce e saltarem para devorar quem estiver por perto e principalmente você, já que o filme foi lançado em 3D – São um pouco mais de 90 minutos fazendo o espectador desviar dos tubarões, numa alta tensão de aventura e ação.

Em Terror na Água, tudo acontece em um fim de semana numa casa de lago, o fim de semana torna-se um pesadelo para sete turistas quando eles são atacados por perigosos tubarões de água doce.

Curiosidade: Os tubarões do filme foram criados pela mesma empresa responsável pelos filmes Do Fundo do Mar e Free Willy.

 


O ATAQUE DO TUBARÃO MUTANTE (2012)

Já tínhamos os tubarões assassinos, depois apareceu aqueles que vem sempre com a chegada de uma tempestade, o Sharknado, quando tudo parecia estar normal, aparece uns tubarões mutantes, tá complicado se livrar deles – não muito contente, a mutação foi a cada ano ganhando formas e formas, aparecendo logo em seguida tubarões de 3 cabeças e também de cinco cabeças, tensão pura, com certeza!

Sobre O Ataque do Tubarão Mutante, um grupo de estudantes é atacado por um tubarão de duas cabeças, eles tentam se refugiar em um atol mas quando esse começa a afundar eles tem que enfrentar essa fera duplamente mortal.

Curiosidade: Na primeira concepção o tubarão tinha uma cabeça em cima da outra mas o seu criador Cleve Hall achou que ficou muito estranho e refez o design para deixar as cabaças lado a lado.

 


TUBARÕES DA AREIA (2012)

Mais um “bizarrices” e das boas, claro…Neste filme dirigido por Mark Atkins, tudo começa a partir de um terremoto que após o acidente natural é liberado das profundezas do oceano um predador muito antigo, um tubarão totalmente assassino e que consegue nadar, ou andar, na areia, é para complicar de vez a vida né? Mas de fato, é muita criatividade!

O filme é estrelado por Corin Nemec, esse mesmo já enfrentou em outras situações espécies também aterrorizante como vespas mutantes, dinossauros, piranhas,
crocodilos e dragões, então com certeza, ele era a melhor pessoa para encarar de frente com esse tipo de tubarão.

 


O TUBARÃO FANTASMA (2013)

Já mostramos nesta lista inúmeros filmes de tubarões, praticamente todos eles acabam morrendo de alguma forma, mas não pense que tubarão morto é sinônimo de sossego, não quando eles resolvem aparecer do além, trazendo seu espirito para assombrar as pessoas que os mataram. Este outro clássico trash foi ideia do diretor/roteirista Griff Hurst que resolveu brincar com a alma destes monstros marinhos, era melhor ter deixados eles em paz, já que esse fantasma acabou matando muitas pessoas depois. Este filme mesmo massacrado pela crítica, ele conseguiu um enorme sucesso através das redes sociais.

Sobre o longa, tudo começa quando o pai de uma jovem desaparece no Golfo do México ela fica obcecada em encontrá-lo, ela descobre que o culpado é o fantasma de um tubarão branco e agora, para salvar sua vida e a de seus amigos, ela tem que encontrar uma forma de detê-lo.

 

 


ÁGUAS RASAS (2016)

Na trama, Blake é Nancy, que após perder a mãe por um câncer terminal ela decide abandonar a faculdade de medicina e viajar pelo mundo, no caso, ela vai para o México para conhecer a praia desconhecida onde sua mãe visitou quando estava grávida dela. Abandonada de última hora pela sua amiga, Nancy decide ir sozinha a praia para surfar.

Em Águas Rasas, o cenário é deslumbrante, as cenas filmadas embaixo d’água mostra o ponto de vista da protagonista de como ela se vê espreitada pelo tubarão, apesar de clichê, funcionou muito bem e a sensação é agradável.

Por ser um filme mais sério sobre tubarões, o gráfico do animal marinho causou estranheza, cada vez que aparecia, ele ganhava contornos exagerados e suas habilidades mudavam, nas cenas finais o animal mais parecia com um monstro, cheguei até pensar que estava assistindo ao Sharknado. Mas de fato é um filme que causa tensão o todo tempo, sufoca o expectador, no bom sentido.

 


MEDO PROFUNDO (2017)

Esta produção britânica que custou apenas 5 milhões de dólares e rendeu 51 milhões em todo o mundo sendo 43 milhões somente nos EUA e Canadá merece muito destaque também e claro, estar nesta lista.

Em Medo Profundo, tudo acontece durante uma viagem ao México duas amigas ficam presas em uma gaiola de observação de tubarões no fundo do oceano. Com pouco oxigênio e cercadas por tubarões brancos elas tem que encontrar uma forma de percorrer os 47 metros que as separam do barco de resgate.

 


Bom, agora é só aguardar o Megatubarão que estreia dia 09 de agosto e ver se esse gigantesco e pré-histórico tubarão vai ser tão ameaçador como esses outros citados acima.

 

Sentiu falta de algum filme nesta lista. Nos indique! 

 

 

 

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 1 Média: 3]

CONTEÚDO RELACIONADOS

Compartilhe

Publicitário, Designer e Crítico de Cinema. É obcecado por monstros gigantes e, talvez, o ser que mais assistiu Breaking Bad neste planeta. Raulseixista desde a infância, hiberna uma vez por ano nos alpes de Itapira, ouvindo 12 horas interrupta do Maluco Beleza