13 motivos pra assistir 13 Reasons Why

Você não entende porque está todo mundo falando da nova série original da Netflix e ainda não conseguiu encontrar um motivo para assistir? Então vem comigo que no caminho eu te explico:

1 – Não é só um drama teendfskfçkfldskfdkdf

Não descarte a série por se passar em uma high school, os assuntos tratados aqui vão além do convencional. Abuso sexual, depressão e machismo. São temas importantes quem vão além do público alvo.

2 – Aliás, não é só drama
dylan-minnette Boa parte da série te mata pelo mistério, você só quer saber o que tem na próxima fita.

3 – Ritmo (DE FESTA)
1200
Cada episódio tem quase uma hora, mas vai por mim: você nem vai perceber.

4 – Direção
Actor Thomas McCarthy at the photo call for the film Spotlight during the 72nd edition of the Venice Film Festival in Venice, Italy, Thursday, Sept. 3, 2015A série não tem um só diretor, mas um deles é o Thomas McCarthy que ganhou o Oscar de melhor filme em 2016 por Spotlight.

5– Fotografia
WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.59.37
        Foi usada pra contar a história. Quando temos flashes da Hannah no passado a paleta de cor é mais viva, quente. E quando a história vem pro presente, a cor azul é sempre ressaltada em tons frios. A fotografia aqui é usada pra marcar a passagem de tempo. E o resultado é lindão de se ver..

6 – Trilha sonora

wwwwwwwwwwwwwww

Quem não se arrepia ouvindo Joy Division? Love will tear us apart abre o primeiro episódio. The Cure, Elliott Smith e MP8 também fazem parte da trilha. Pisa menos trilha sonora!

7 – E por falar em trilha sonora..

dfsdfsfffff Selena Gomez é uma das produtoras e fez duas canções originais pra série. Essa cabeça é grande e não é à toa né manas? É pura sabedoria rsrs

8 – Elenco
13-reasons-why-netflix-tv-show5-590x400

Todo mundo aqui parece mesmo ter 17 anos. Quem cresceu vendo séries da CW e está acostumado com super modelos interpretando adolescentes, vai entender do que eu to falando. Lembra mesmo a escola, não é o Upper East Side de Gossip Girl, nem o Orange County de The Oc. É real, e é mais sincero.

9 – Clay (Dylan Minnette)
( (6)
Você gostou do filme “As Vantagens de Ser Invisível”? Clay lembra muito o personagem Charlie. Ele é o protagonista e a gente fica com vontade de entrar na tela, abraçar ele e dizer: ‘vai ficar tudo bem, tá?’ ou ‘MEU DEUS MENINO, REAGE’. É muito difícil não sentir nada pelo personagem. É o carisma viu..

10 – Hannah Baker
( (4)

A atriz Katherine Langford é a protagonista, e ela é tão amorzinho que em nenhum momento a gente quer aceitar que Hannah está morta. </3

11 – Rihanna
( (8)
Ok, não é a Rihanna. Mas vamos deixar um parágrafo para exaltar a beleza da Ajiona Alexus que interpreta a Sheri. AMÉM SHERI!

12 – Roteiro
( (1)
A série é uma adaptação de um livro (que aqui no Brasil foi até adotada em algumas escolas do Rio de Janeiro de forma didática). Nele, não temos a versão dos personagens como na série, e ver a reação da família da Hannah é de longe um dos melhores arcos. Amém Brian Yorkey por fazer isso pra gente. Que roteirozão da porra..

13 – Mensagem
fsdfsdfsfsdfsdf O suicídio não é um tema fácil de falar sobre e, em muitos lugares, é até evitado. Mas não tem nenhuma apologia aqui, e a mensagem que fica é boa. ⁠⁠⁠⁠

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 91 Média: 3.9]

Estudou produção audiovisual e fotografia. O pai era um tira e a mãe uma hippie. É obcecada por paletas de cores e assiste qualquer filme se tiver a Amy Adams no elenco. É um vyado com y e a maior fã de pagode anos 90 desse brasil.