20 Filmes de Serial Killers pra te deixar com medo da própria sombra

Compartilhe

O Gênero Policial sempre foi um dos mais populares da cinematografia mundial, desde os célebres filmes noir até franquias de grande sucesso. Com isso, não tardou para que recorrentes produções muito específicas acabassem dando origem a diversos subgêneros. Dentre tantos, certamente o mais intrigante é o subgênero de Serial Killers, afinal a grande maioria destes filmes é inspirada ou baseada em fatos reais, algo que os torna ainda mais assustadores. Desde filmes que são biografias fiéis até lendas urbanas, esta vertente de filmes vem crescendo bastante nas últimas décadas, contando com ótimas produções. Por isso elaboramos essa incrível lista com filmes de Serial Killers pra você perder o sono.

 

20 – Silêncio dos Inocentes

E já vamos abrindo a lista com o melhor de todos os tempos, o já clássico de Jonathan Demme, vencedor de Oscars. A agente do FBI, Clarice Starling (Jodie Foster) é ordenada a encontrar um assassino que arranca a pele de suas vítimas. Para entender como ele pensa, ela procura o periogoso psicopata, Hannibal Lecter (Anthony Hopkins), encarcerado sob a acusação de canibalismo. A Atuação de Hopkins foi tão impressionante que até hoje seu personagem é citado em diversas pesquisas como o vilão mais aterrorizante do cinema.

 


19 – Onde os Fracos não têm Vez

Se o negócio é lidar com vilões aterrorizantes, aqui temos o segundo mais citado naquelas mesmas pesquisas: Anton Chigurh (Javier Bardem). Com Oscars, este thriller dos irmãos Coen certamente é um dos principais filmes de serial killers. Texas, década de 80. Um traficante de drogas é encontrado no deserto por um caçador pouco esperto, Llewelyn Moss (Josh Brolin), que pega uma valise cheia de dinheiro mesmo sabendo que em breve alguém irá procurá-lo devido a isso. Logo Anton Chigurh (Javier Bardem), um assassino psicótico sem senso de humor e piedade, é enviado em seu encalço. Porém para alcançar Moss ele precisará passar pelo xerife local, Ed Tom Bell (Tommy Lee Jones).

 


18 – Seven

Primeiro grande sucesso do Diretor David Fincher, Se7en marcou pelo clima angustiante e tenso e pelo plot twist incrível no final. O filme conta a história de dois policias – o jovem e impetuoso David Mills (Brad Pitt), que passou cinco anos na divisão de homicídios, e o maduro, culto e prestes a reformar-se William “Smiley” Somerset (Morgan Freeman) – que são encarregados de uma perigosa e intrigante investigação: um serial killer que baseia os seus assassinatos nos sete pecados capitais.

 


17 – Zodíaco

Mais um de David Fincher, que pegou gosto pelo tema e aqui impõe um ritmo de tensão ininterrupta. 1º de agosto de 1969. Três cartas diferentes chegam aos jornais San Francisco Chronicle, San Francisco Examiner e Vallejo Times-Herald, enviadas pelo mesmo remetente. A carta enviada ao Chronicle trazia a confissão de um assassino e as três juntas formavam um código que supostamente revelaria a identidade do criminoso. O assassino exigia que as cartas fossem publicadas, caso contrário mais pessoas morreriam. Um casal de Salinas consegue decodificar a mensagem, mas é Robert Graysmith (Jake Gyllenhaal), um tímido cartunista, quem descobre sua intenção oculta: uma referência ao filme “Zaroff, o Caçador de Vidas” (1932). Os assassinatos e as cartas se sucedem, provocando pânico na população de San Francisco.

 


16 – O Homem de Gelo

O Homem de Gelo segue a história real do assassino de aluguel que trabalhava para a máfia, Richard Kuklinski (Michael Shannon) mostrando desde seus primeiros dias no crime até o momento em que ele é preso por ter matado mais de 100 homens. Aparentemente vivendo como sendo um pai devoto e amável esposo, Kuklinski disfarça muito bem suas atividades criminosas. Quando ele é finalmente detido em 1986, nem sua esposa tampouco suas filhas têm ideia sobre sua verdadeira profissão.

 


15 – Ressurreição, Retalhos de um Crime

Em Chicago um serial killer é conhecido por levar a parte do corpo de suas vítimas, e deixá-las sangrar até a morte. Ele também escreve números nos corpos e, assim, é chamado de “Assassino Dos Números”. Quem está investigando o caso é o detetive John Prudhomme (Christopher Lambert), que acaba descobrindo que o assassino está juntando os pedaços das vítimas para montar “Jesus Cristo”, e que em cada sexta-feira ele terá mais uma vítima, para tudo ficar pronto na Páscoa. Três mortes já aconteceram e Prudhomme tem de correr contra o tempo pra que não haja mais nenhuma vítima.

 

14 – Monster – Desejo Assassino

Marcando a estreia de Patty Jenkins como diretora e roteirista, o filme é baseado na história real da serial killer Aileen Wuornos, a quela inclusive colaborou com materiais diversos para o filme. Vítima de abusos durante a infância, Aileen Wuornos (Charlize Theron) tornou-se prostituta ainda na adolescência. Ela está prestes a acabar com a própria vida quando conhece Selby (Christina Ricci), uma jovem lésbica com quem acaba se envolvendo. Certa noite, depois de ser agredida por um cliente, Aileen acaba matando o sujeito. O incidente desencadeia uma série de outros assassinatos, que faz com que ela fique conhecida como sendo a primeira serial killer dos Estados Unidos.

 


13 – Natural Born Killers

Reza uma lenda hollywoodiana que o roteirista Quentin Tarantino não gostou da crítica midiática que Oliver Stone deu para o filme. Mickey Knox (Woody Harrelson) e Mallory Knox (Juliette Lewis) se uniram pelo desejo que um sente pelo outro e por amarem a violência. Matam umas dezenas de pessoas em 3 semanas, mas sempre deixam alguém vivo para contar quem fez os crimes. Mickey e Mallory viram atração através da imprensa sensacionalista e o repórter Wayne Gale (Robert Downey Jr.), o principal responsável, os coloca no programa de televisão American Maniacs. Mesmo a captura dos criminosos pela polícia só aumenta sua enorme popularidade, o que motiva Gale a transformar tudo num grande circo.

 


12 – O Colecionador de Ossos

Em Nova York, Lincoln Rhyme (Denzel Washington), um conceituado policial, sofre um acidente e fica tetraplégico. Após quatro anos em uma cama, Rhyme se concentra na idéia de suicídio e tenta convencer os que estão ao seu redor em ajudá-lo na eutanásia. Tudo muda quando um serial killer começa a agir na cidade. Rhyme começa a ajudar no caso e os meios modernos de investigação são levados para sua casa. Amelia Donaghy (Angelina Jolie), uma policial de rua, é orientada por ele na investigação, mas Howard Cheney (Michael Rooker), o chefe de polícia, é um monumento à incompetência que só sabe criar entraves.

 


11 – Cidadão X

No início dos anos oitenta algumas crianças são encontradas violentadas e mortas com requinte de crueldade nos arredores de Moscou. A princípio a polícia acredita serem crimes perpetrados por pelo menos dois assassinos, porém o médico legista Burakov (Stephen Rea) tem certeza ser obra de um serial killer, mas as autoridades comunistas não aceitam esta teoria, acreditando ser este um problema apenas de países capitalistas. Obcecado com o assunto, Burakov acaba sendo alçado a investigador e com a ajuda extra-oficial de um Coronel (Donald Sutherland), ele dedicará alguns anos da sua vida para caçar e descobrir quem é o assassino. Apesar dos personagens principais americanos, o filme resgata a história real de Andrei Romanovich Chikatilo o “Açougueiro de Rostov”.

 


10 – Perfume, A História de um Assassino

Paris, 1738. Jean-Baptiste Grenouille (Ben Whishaw) nasceu em um mercado de peixe, onde sua mãe (Birgit Minichmayr) trabalhava como vendedora. Ela o tinha abandonado, mas o choro de Jean-Baptiste faz com que seja descoberto pelos presentes na feira. Isto também faz com que sua mãe seja presa e condenada à morte. Entregue aos cuidados da Madame Gaillard (Sian Thomas), que explora crianças órfãs, Jean-Baptiste cresce e logo descobre que possui um dom incomum: ele é capaz de diferenciar os mais diversos odores à sua volta. Intrigado, Jean-Baptiste logo demonstra vontade de conhecer todos os odores existentes, conseguindo diferenciá-los mesmo que estejam longe do local em que está. Já adulto, ele torna-se aprendiz na perfumaria de Giuseppe Baldini (Dustin Hoffman), que passa por um período de pouca clientela. Logo Jean-Baptiste supera Baldini e, criando novos perfumes, revitaliza a perfumaria. Jean-Baptiste cada vez mais se interessa em manter o odor de forma permanente, o que faz com que busque meios que possibilitem que seu sonho se torne realidade. Só que, em suas experiências, ele passa a tentar capturar o odor dos próprios seres humanos.

 


09 – Kalifornia

Brian Kessler (David Duchovny) e Carrie Laughlin (Michelle Forbes) decidem viajar até a Califórnia e fotografar lugares ligados a serial killers. Mas, por estarem com pouco dinheiro, põem um anúncio propondo a um casal dividir as despesas. Só respondem ao anúncio Adele Corners (Juliette Lewis), uma jovem submissa, e Early Grayce (Brad Pitt), um assassino psicopata, que transformará a viagem em um terror crescente.

 


08 – Retrato de Um Assassino

Henry (Michael Rooker) é um rapaz que vive com seu ex-colega de prisão e sofre de um distúrbio que o leva a matar pessoas de formas bárbaras . Quando o colega e sua irmã, que também sofrem de perturbações psicológicas, descobrem seus feitos, são atraídos pela violência, mas ao mesmo tempo se tornam vítimas em potencial. Baseado na vida do serial killer, Henry Lee Lucas.

 


07 – Dahmer – Mente Assassina

A década de 1990 se iniciou com a cobertura jornalística da prisão e julgamento do serial killer Jeffrey Dahmer, o qual assustou a sociedade com sua frieza diante de seus crimes escatológicos. O filme conta a história do serial killer canibal Jeffrey Dahmer (Jeremy Renner) de uma forma não-linear, misturando fatos da sua adolescência com cenas de alguns assassinatos praticados por ele.

 


06 – Copycat

Assassino na cidade de San Francisco desafia a polícia com uma série de crimes aparentemente sem ligação. Uma policial (Holly Hunter) encontra um enigma: as vítimas são escolhidas ao acaso. Helen Hudson, a psicóloga criminal especialista em serial killers (Sigourney Weaver), é procurada para ajudar na solução dos crimes, mas ela tem sérios problemas de agorafobia pois quase foi morta por um violento psicopata no passado.

 


05 – Ed Gein – O Serial Killer

1957. Plainfield, Wisconsin. Todos pensam que Ed Gein é somente um tímido e excêntrico fazendeiro. Atormentado por visões de sua falecida mãe – uma devota que ele sempre considerou uma santa – Ed transformou-se num ladrão de túmulos e anatomista amador. Agora, com o fantasma de sua mãe lhe dominando, o jovem não pode mais resistir à atração das mulheres da cidade e seu feroz desejo de eliminar uma vida…ou duas.

 

04 – O Massacre da Serra Elétrica

Tecnicamente este filme está mais para um slasher movie, subgênero de Terror, mas está aqui pois também é diretamente inspirado em Ed Gein. Em 1973, a polícia texana deu como encerrado o caso de um terrível massacre de 33 pessoas provocado por um homem que usava uma máscara feita de pele humana. Nos anos que se seguiram os policiais foram acusados de fazer uma péssima investigação e de terem matado o cara errado. Só que dessa vez, o único sobrevivente do massacre vai contar em detalhes o que realmente aconteceu na deserta estrada do Texas, quando ele e mais 4 amigos estavam indo visitar o seu avô.

 


03 – Psicose

Mega clássico do Mestre Hitchcock, responsável por criar um dos maiores vilões do cinema, também inspirado em Ed Gein aqui de forma mais sutil. Marion Crane é uma secretária (Janet Leigh) que rouba 40 mil dólares da imobiliária onde trabalha para se casar e começar uma nova vida. Durante a fuga à carro, ela enfrenta uma forte tempestade, erra o caminho e chega em um velho hotel. O estabelecimento é administrado por um sujeito atencioso chamado Norman Bates (Anthony Perkins), que nutre um forte respeito e temor por sua mãe. Marion decide passar a noite no local, sem saber o perigo que a cerca.

 


02 – A Tortura do Medo

Quando garoto, Mark Lewis (Karlheinz Böhm) sofria experimentos bizarros pelo seu pai cientista, estudante dos efeitos do medo no sistema nervoso das pessoas. Agora crescido, com seus pais já mortos, ele vira um psicopata que assassina mulheres somente para gravar suas expressões de terror no momento da morte. Agora ele planeja montar um documentário com as doentias imagens que vem produzindo durante os crimes.

 


01 – M – O Vampiro de Dusseldorf

1931: O clássico do expressionismo alemão é o primeiro filme da História a enfocar um serial killer, tema que seria explorado à exaustão por Hollywood, apenas 50 anos depois. Dirigido por Fritz Lang, a obra é baseada em um caso verídico, do assassino em série Peter Kuerten, que atacava na mesma cidade de Dusseldorf, embora o roteiro tenha muitos elementos fictícios e a trama aborde um infanticida – o assassino original não matava crianças. Peter Lorre, numa performance magistral, vive o criminoso mentalmente desequilibrado, sujeito que depois de colocar toda a força policial em alerta, começa também a ser caçado pela máfia local, prejudicada em seus “negócios”. Mesmo oitenta depois, o filme ainda permanece impressionante.

 

 

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 19 Média: 2.2]

POSTS RELACIONADOS

Compartilhe

Tercio Strutzel ama histórias, seja no cinema, séries, livros ou quadrinhos! Foi editor do fanzine Paralelo, mas hoje quase não consegue desenhar. Se especializou em Presença Digital, mas tem diversos projetos fervilhando na mente. Está sempre em busca de atividades culturais por São Paulo.