A História de Deus | Morgan Freeman de volta com a 3ª temporada no Nat Geo

Morgam Freeman retorna para a terceira temporada da série “A História de Deus”, série exclusiva do canal National Geographic. Depois de percorrer quase 120.000 km e visitar 30 cidades, o ator retorna na produção executiva junto com Lori McCreary e James Younger, da Revelations Entertainment.

A série tem estreia marcada para sábado, 27 de abril, às 22h30, na National Geographic e simultaneamente no Nat Geo App, para assinantes.

A História de Deus convida os espectadores a uma viagem inter-religiosa pelo mundo, visitando trinta cidades de importância histórica e antropológica, entre as quais Jerusalém, Katmandu, Jericó, Roma, Belém, Paris, Prada, Hanói, Toronto e Lourdes.

Os cineastas da série percorreram mais de 80.500 kms no total, o que equivale a circunavegar o globo duas vezes, e encontraram treze especialistas em religião, oito sacerdotes, três druidas, três xamãs, um imã, um rabino, um ex-carrasco, uma freira, duas deusas vivas e centenas de monges.

A série apresenta uma visão abrangente das religiões praticadas no mundo, explorando práticas que remontam a milhares de anos, bem como novas denominações fundadas há menos de cem anos e entrevistas com crentes de muitas religiões, entre as quais eles encontram cristãos, judeus, pagãos, druidas, muçulmanos, hindus, jainistas, animistas, budistas e agnósticos.

Confira o trailer de 3ª temporada de A História de Deus:

As câmeras da National Geographic visitam alguns dos lugares mais sagrados do mundo, incluindo a capela de Lourdes, onde milhares de crentes afirmam terem sido curados pelas águas de sua fonte; a Basílica da Natividade em Belém, onde os fiéis acreditam que Jesus nasceu; a antiga cidade de Pérgamo na Turquia, onde se diz que o trono de Satanás está localizado; a espetacular e bem preservada Villa dos Mistérios, em Pompeia (Itália); o maciço montanhoso de Gheralta, na Etiópia, onde os sacerdotes coptas cristãos escalam uma montanha para chegar a uma antiga caverna; o templo do palácio dos Kumari, no Nepal; e Tel Megiddo, um sítio arqueológico que contém uma das mais antigas referências conhecidas a Jesus Cristo como Deus.

Morgan Freeman em A História de Deus

Morgan Freeman (National Geographic/Maria Bohe)

Em A História de Deus, cada um dos seis episódios da nova temporada se centram em uma questão diferente sobre a relação do humano com o divino:

Episódio: Em busca do diabo:

Quem é o diabo? Um Deus? Um anjo caído? Ou um desejo natural que todos temos dentro de nós? Morgan Freeman tenta descobrir como os pontos de vista da humanidade sobre a encarnação do diabo afetam nosso mundo, o que o leva da Terra Santa a Roma e, em seguida, a um templo no Vietnã. Em suas viagens, ele investiga se o diabo é considerado um antagonista ou um complemento natural para as forças do bem. Em quase todos os credos, há um papel para o lado sombrio.

Episódio: Deus entre nós:

Existem pessoas entre nós que realmente incorporam o divino? Os cristãos consideram Jesus como o paradigma do divino feito humano, mas em todas as religiões as pessoas procuraram por Deus em figuras carismáticas. Morgan Freeman viaja pelo mundo para explorar os mistérios desses mortais, incluindo um raro encontro com uma famosa Kumari, uma deusa viva pré-adolescente, no Nepal.

Episódio: Visões de Deus:

Existem histórias de visões na maioria das religiões, mas de onde vêm as visões? O que elas têm em comum? Morgan Freeman explora os mistérios por trás dessas visões e suas viagens o levam para Lourdes, na França, onde os crentes afirmam ter sido curado de enfermidades físicas e espirituais pela água que flui de sua fonte. Ele também se encontra com um membro da tribo Anishinaabe, no Canadá, para investigar o poder transformador das buscas de visões.

Episódio: Pecados capitais:

Como enfrentamos a realidade de que todos somos propensos ao pecado? O que os cristãos chamam de “pecado”, outras religiões o descrevem com conceitos similares como “karma”, no budismo e hinduísmo, ou “guo” no taoísmo. Morgan Freeman explora como as diferentes religiões desenvolveram maneiras de lutar contra o pecado. Ele visita uma comunidade hindu na Grã-Bretanha para celebrar o Diwali e viaja para o Vietnã, onde ele se encontra com o comandante de Hanoi Hilton, a notória prisão onde os norte-vietnamitas teriam mantido prisioneiros durante a guerra.

Episódio: Segredos divinos:
Algumas religiões mantêm suas comunidades escondidas por medo da perseguição. Outras realizam práticas secretas nas quais somente iniciados podem participar. Morgan faz uma viagem para tentar entender por que o sigilo e a religião muitas vezes se entrelaçam e se o mistério de um ritual pode aproximar as pessoas ao mistério do divino. Ao longo do caminho, visite a espetacularmente bem conservada Villa dos Mistérios, em Pompeia, para ver os afrescos que retratam o culto secreto a Dionísio, onde acredita-se que se faziam rituais que envolviam o sacrifício de animais e de seres humanos.

Episódio: Leis sagradas:

Para muitos crentes, os Dez Mandamentos são um guia moral e a base das sociedades judaico-cristãs e muçulmanas. Em todo o mundo, outras sociedades e religiões também têm proibições e normas divinas que os fiéis devem obedecer. Morgan Freeman viaja a Jerusalém para falar com um arqueólogo e examinar um segmento dos Manuscritos do Mar Morto e atravessa o mundo até o Nepal, onde explora os mandamentos do jainismo, os cinco votos ou yina-kalpa.

 

 

 

Publicitário, Designer e Crítico de Cinema. É obcecado por monstros gigantes e, talvez, o ser que mais assistiu Breaking Bad neste planeta. Raulseixista desde a infância, hiberna uma vez por ano nos alpes de Itapira, ouvindo 12 horas interrupta do Maluco Beleza