Crítica: Com amor, Simon trata assunto sério com rara delicadeza

Compartilhe

O filme Com amor, Simon é  uma comédia romântica que pode e deve ser assistida por toda a família, apesar do público-alvo ser os adolescentes. O tema central é bastante atual e trata do dilema de uma rapaz de 17 anos em assumir sua homossexualidade. Mas o ponto principal, na verdade, é o amor.

Protagonizado por Nick Robinson (Tudo e Todas as Coisas) e Katherine Langford, conhecida por seu papel de Hannah Baker na série 13 Reasons Why, Com amor, Simon  mostra a história de Simon Spier, um adolescente comum, com uma vida comum, que guarda um grande segredo: ele é gay. Alguns não sabem, outros apenas desconfiam. Mas ele tem medo da reação de seus pais e amigos, apesar de sentir que o momento de se assumir está prestes a acontecer.

Paixão virtual:

O roteiro avança quando Simon, através de uma rede social exclusiva para os alunos de sua sua escola, começa a se corresponder de forma anônima com outro rapaz que, assim como ele, também tem medo de assumir sua homossexualidade.

Por meio de longas e diárias mensagens, os dois vão se ajudando, mesmo sem se conhecer e nasce uma paixão. E assim como o protagonista, temos que esperar o final do filme para descobrir quem é o misterioso rapaz por quem Simon se apaixona.

Love, Simon:

Com amor, Simon é dirigido por Greg Berlanti (Dawson’s Creek, Brothers & Sisters), escrito por Isaac Aptaker e Elizabeth Berger (This is Us), e baseado no romance de Becky Albertalli, Love, Simon.

O grande acerto do filme é justamente tratar a temática gay de uma forma leve, delicada, mas sem se esquivar das questões sérias. Claro que por ser um filme adolescente, ainda mais com diálogos divertidos, ninguém deve esperar um tratado mais profundo sobre o tema.

A ideia aqui é levantar o debate e não encontrar uma resposta para a questão. Mas é bem interessante acompanhar a jornada de Simon, mesmo que a história das telas seja mais bonita do que acontece na vida real. Com amor, Simon é uma ótima escolha para aqueles dias onde o que importa é sair leve do cinema. Vale a pena!

 

 

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 5 Média: 4]

CONTEÚDO RELACIONADOS

Compartilhe

Bem-vindo a Wonderland! Eu amo cinema, séries, livros, viajar e música. Sempre em companhia de um delicioso café, claro. Ah, também queria aprender a tocar guitarra.