Como assim? “Logan” e os seus personagens feitos em CGI que você – provavelmente – não percebeu!

Sessão de pré-estreia de Logan finalizada, um puta suor masculino saindo não só dos meus olhos, mas dos olhos de vários marmanjos que lá estavam e, as primeiras frases que eu falo para as pessoas que foram comigo são:

“Nossa que filme mais foda! Que filme do C@$%*&! Perfeito! Lindo! E o melhor de tudo é que eu não vi exagero de efeitos especiais ou CGI, usaram muitas locações e muitos efeitos práticos para passar essa realidade do filme!”

Ainda não assistiu Logan? Veja nossa crítica, SEM SPOILERS, sobre o filme e corra para o cinema para assistir!

Pois é senhores, para a minha decepção (ou espanto ou surpresa, sei lá, não consigo expressar meu real sentimento diante disso), Logan usa sim muitos efeitos especiais e CGI ao longo do filme. Alguns deles, admito, me deixaram espantado com o grau de realismo e qualidade com que foram aplicados.

Afinal, você conseguiria perceber que esta cena abaixo foi feita com um dublê e recriada digitalmente com o modelo facial em CGI do Hugh Jackman?

FotoArtigo01

E nesta cena aqui onde a x23 na verdade é uma dublê, que na pós produção foi recriada com o modelo facial da atriz mirim Dafne Keen?

FotoArtigo02

Incrível não é? Pois o pessoal do CartoonBrew teve acesso a imagens de produção que mostram o processo de criação destes “atores digitais”, e é espantoso o grau de realismo com que esses modelos digitais são feitos! Vejam as imagens à seguir e tirem suas próprias conclusões:

FotoArtigo03

FotoArtigo04

Segundo a produção do longa, os modelos digitais oferecem mais opções para obter uma cena desejada, especialmente se ela envolver movimentos ou acrobacias mais elaboradas, além de permitir o processo de mudanças de detalhes de uma cena sem a necessidade de regravações.

E essa utilização de modelos digitais em filmes não é uma exclusividade de Logan. Na verdade, os grandes estúdios estão utilizando cada vez mais essa técnica nos últimos anos e com as mais diversas utilidades: seja para envelhecer um ator (como o caso do brilhante “O Curioso Caso de Benjamin Button” que fizeram o envelhecimento digital do personagem de Brad Pitt), seja para rejuvenescer um ator (como o caso do elogiado “Capitão América – Gerra Civil”, onde fizeram uma cena em que o ator Robert Downey Jr. aparecia 20 anos mais jovem, entre outras várias recriações digitais), seja para fazer cenas de risco ou ação (como diversas cenas de “Deadpool”, onde o próprio Deadpool foi criado inteiramente em CGI), ou até para reviver personagens de pessoas já falecidas (como a recriação digital de Peter Cushing, falecido há mais de 20 anos, como Moff Tarkin em “Rogue One: Uma História Star Wars”).

Porém, o que mais impressiona na aplicação dessa técnica em Logan e, também o que o diferencia de outros filmes que a utilizam, é o simples fato de que você provavelmente não vai perceber que ela está lá. Como eu disse no meu artigo A ilusão da realidade – Qual é a importância dos “Efeitos Especiais”!: “Os melhores Efeitos Especiais são aqueles que estão lá, mas você não percebe que eles existem”. Pois Logan faz isso com maestria!

FotoArtigo05

E vocês (e eu também, podem acreditar) achando que um filme mais pé no chão, mais emocional do carcaju estaria livre de personagens feitos em CGI. Que grande (e maravilhoso) engano! E que sejamos cada vez mais enganados!

Bônus: Para quem ficou curioso em ver um pouco da aplicação dessas técnicas de recriação digital nos filmes citados neste artigo, segue abaixo alguns vídeos dos bastidores:

O Curioso Caso de Benjamin Button

Capitão América – Guerra Civil

Deadpool

Rogue One: Uma História Star Wars

Referências: Jovem Nerd e CartoonBrew

Imagens CartoonBrew

Vídeos: ILMVisualFX e FilmIsNow Movie Bloopers & Extras

Formado em Design Gráfico e trabalhando tanto com gráfico como web, gosto de desenhar e sonho em ser youtuber (risos). Amo tudo relacionado a edição de video e animação (sou daqueles que vibra mais com vídeos de "behind the scenes" do q com os videos propriamente ditos. Curto quadrinhos (Marvel.. desculpa), mangás, animes, séries e filmes. Netflix e Spotify são meus companheiros inseparáveis junto com minhas bebezinhas (uma Canon T2i e uma Gopro)!