Crítica | Apenas Cães mostra de forma maravilhosa a importância do melhor amigo do homem

Crítica | Apenas Cães mostra de forma maravilhosa a importância do melhor amigo do homem

“No mundo em que vivemos hoje, não importa o quanto estejamos divididos, devemos perceber o quanto os cães significam para todos nós e como nosso vínculo com eles pode nos ajudar a nos unir.”

A Netflix apostou em mais uma série original, desta vez em um formato de documentário ganhamos Apenas Cães. Mas do que se trata essa série, afinal? Quando vemos algo com um animal ganhando protagonismo o coração logo aperta e esperamos algo emocionante estilo “Marley E Eu” ou “Para Sempre ao Seu Lado”, porém para essa nova série posso te assegurar que o coração fica um pouco mais tranquilo, pelo menos em alguns episódios.

Não podemos dizer que Apenas Cães não é triste. Como mostra a realidade cruel de alguns lugares, é praticamente impossível a série fugir desse lado mais pesado, porém ao mesmo tempo que tira lágrimas de tristeza do telespectador, também tira sorrisos e lágrimas de emoção em saber que os cachorros que significam tanto pra gente conseguem um lugar tão especial na vida de tantas outras pessoas ao redor do mundo.

Crítica | Apenas Cães mostra de forma maravilhosa a importância do melhor amigo do homem

S01E01 – Episódio “The Kid with a Dog”

A série ganha um ponto positivo ao não focar em só um lado de um cachorro. Logo no primeiro episódio, conhecemos o trabalho importantíssimo feito com cachorros que é o de um “cão de serviço”. Um animal tão parceiro e amado por nós mostrou há muito tempo sua capacidade de ser treinado para ajudar pessoas em situações delicadas de saúde. Aqui já começamos a ver um lado desconhecido para muita gente… A importância de um cachorro em apostar uma melhora na vida de uma pessoa com ele, na segurança e na estabilidade de toda uma família. É impossível não se emocionar ao ver o quanto podemos depender de um amigo de quatro patas e a confiança que é entregue a eles.

Começando a contar sobre os cães de serviço, a série da uma guinada passando por esse assunto delicado até as guerras da Síria e um resgate de um animal, ao companheirismo de um cão e seu dono de mais de 10 anos, ao mundo mais fútil das tosas e acessórios, até o mundo cruel do abandono e de segundas chances com adoção. É incrível como temos diversos ângulos para ver como cada um enxerga o animal que vive ao seu lado, e é maravilhosamente reconfortante ao ver o quanto as pessoas consideram cada vez mais esse animal como parte da família.

Crítica | Apenas Cães mostra de forma maravilhosa a importância do melhor amigo do homem

S01E03 – Episódio “Ice on the Water”

Eu sou suspeita para falar já que sou apaixonada por animais, principalmente cachorros. Mas acredito que essa série seja feita não só para quem é louco por cachorro, mas também por quem procura entender esse lugar tão importante e insubstituível que eles conseguiram no nosso dia a dia. É extramente interessante ver o lugar desses animais em diversas culturas, o esforço dos seres humanos para ajudá-los e o companheirismo em diversas situações.

Assim como aprendemos em filmes com personagens fictícios sobre a ligação entre um ser humano e um animal, vale a pena conferir de uma maneira muito mais real nesse documentário o espaço que estamos conquistando, o respeito que cresce cada dia mais e as segundas chances que cada um recebe na vida, seja um cão ou um ser humano. Acredito que Apenas Cães é aquela série que aquece o seu coração e te faz ver que não está sozinho, que esse amor imensurável por um animal existe com muito mais gente do que você imagina e que, é claro, devemos dar valor aos amigos fiéis que temos dormindo no pé da cama.

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 3 Média: 2.3]

Devoradora de séries, com mais de 100 na grade atualmente. Eterna fã de LOST e apaixonada por ficção científica. Diz a lenda que encara qualquer filme, desde que não tenha nenhum brinquedo assassino envolvido.