Crítica: Um casamento perfeito entre a comédia e romance, Podres de Ricos acerta em cheio

Adaptação do livro Asiáticos Podres de Ricos”, o longa de mesmo nome não procura inventar a roda, usa uma formula pronta de personagem comum que entra em conflito após descobrir a riqueza da família de seu par romântico, um típico conto de fadas que beira a semelhança total com Cinderela. A formula pode ser batida, mas nas mãos certas ainda demonstra que funciona e muito bem.

Rachel Chu é uma professora universitária e namorada de Nick Young, de quem pouco ouviu falar da família que reside em Singapura, até que Nick recebe um convite para ser Padrinho de casamento de seu melhor amigo e convida a moça para conhecer sua família, esquecendo apenas de informar que ele próprio é herdeiro de um dos maiores impérios familiares do mundo, detalhe né.

O filme é engraçado sem precisar ser forçado, a narrativa é fluida e as piadas equilibradas, as locações são deslumbrantes e os personagens carismáticos e pontuais, construindo um filme engraçado e romântico com conflitos de valores culturais, saindo do eixo americano para apresentar outros cenários pouco conhecidos.

Os personagens são cativantes, seja a mocinha Rachel Chu ou mesmo sua rival e sogra maléfica, ambas possuem um magnetismo em tela impressionante, a meiga garota apaixonada que se meteu nessa roubada consegue extrair a compaixão e o humor das situações enquanto a tradicionalista severa e mãe do rapaz controla a família e impõe suas vontades num personagem temido mas também amado, talvez esta deveria ser a descrição de uma sogra no Linkedin.

As tramas secundárias e seus personagens não deixam por menos, integrados com a história principal, oferecem ótimas risadas e contribuem para tornar a mensagem do filme mais ampla, de que “Dinheiro não é tudo”.

Podres de Rico é um prato cheio para rir e se encantar, pesa a mão nas cores para fazer valer mais e mais o ar de conto de fadas, utiliza muito bem os figurinos como contraponto entre as classes e demarcar personalidade dos personagens e uma trilha jovem e empolgada e traz um roteiro redondinho e muito bem aproveitado, um casamento perfeito para o gênero.

 

 

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 1 Média: 5]

Apenas um homem que faz tudo pela "família", Publicitário, crítico de Cinema e fundador do Cinéfilos Anônimos, bom em fazer propostas irrecusáveis e Lasanhas bolonhesa.