De diretores que já foram casados, Her e Lost in Translation são filmes que se comunicam

Primeiro, pra entender melhor esta história teoria, voltemos ao ano de 2003, quando Sofia Coppola lançava Lost in Translation (Encontros e Desencontros PT-BR), onde foi roteirista e diretora. O longa traz Scarlett Johansson e Bill Murray como protagonistas, ambos dentro de um relacionamento sem conexão (válido citar que o cinema é uma arte e cada um o interpreta de sua maneira), mas de forma bem ampla, o filme retrata as dificuldades de fazer um relacionamento funcionar.

O filme foi lançado oficialmente em Outubro de 2003, e em 5 de Dezembro do mesmo ano Coppola pediu o divorcio do seu até então marido Spike Jonze. E em entrevistas posteriores ela admitiu que o personagem John, foi inspirado em um relacionamento que viveu, e ainda existem rumores CHOQUEM de que a personagem Kelly, vivida por Anna Faris, foi baseada em Cameron Diaz, que trabalhou com Jonze em Quero Ser John Malkovich (1999). No filme encontros e desencontros Kelly e John tem um caso extraconjugal…

Dez anos depois, dirigido e roteirizado por Spike, o filme Her (Ela PT-BR) chega os cinemas. E pra quem não conhece, o filme conta a história de Theodore, protagonizado por Joaquin Phoenix, um homem que acabou de passar por um divórcio (TÃO SACANDO NE?) e que se apaixona por um sistema operacional. ADIVINHA DE QUEM É A VOZ DO SISTEMA OPERACIONAL? Ela mesma, Scarlett Johansson! Ela é mais um elo, ela.

Enquanto Her se passa em uma Los Angeles futurista, Lost in translation tem uma Tóquio caótica como cidade central. A tecnologia e solidão são temas recorrentes em ambos, e a atmosfera é tristinha. Há teorias dizendo até que os filmes (mesmo com o tempo de lançamento diferente) se passam na mesma época.

Dentro de ambos os filmes há planos parecidíssimos:

E se juntarmos as cenas, parece mesmo haver uma comunicação entre personagens:

E como diria meu professor de linguagem audiovisual: NADA ESTÁ EM CENA POR ACASO.   As “coincidências” não param só por ai, ambos foram indicados ao Oscar nas categorias de Melhor filme e Melhor roteiro original. Lost in Translation e Her, firmando o elo de vez, ganharam a categoria como Melhor roteiro do seu ano.
Ainda não se convenceu que essa historia não é só teoria? A esquerda temos Sofia coppola e a direita Rooney Mara, que em Her, interpreta a Ex esposa de Theodore. A semelha física das duas é gritante..


Você quer tristeza? Lembra como Her termina? Teodore escreve uma carta à sua ex esposa assumindo todos os erros e dizendo que finalmente está pronto pra seguir em frente. A gente entendeu, viu Spike Jonze? Aliás, o diretor nunca se casou de novo, já Sofia Coppola é casada com Thomas Mars desde 2011.

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 508 Média: 3.2]

Estudou produção audiovisual e fotografia. O pai era um tira e a mãe uma hippie. É obcecada por paletas de cores e assiste qualquer filme se tiver a Amy Adams no elenco. É um vyado com y e a maior fã de pagode anos 90 desse brasil.