Entrevista | Conversamos com Fernanda Pessoa sobre Pornochanchada e o seu filme Histórias Que o Nosso Cinema (não) Contava

Nessa entrevista, conversamos com a talentosa cineasta Fernanda Pessoa que dá uma aula de cultura, história e cinema através das Pornochanchadas em seu primeiro longa-metragem, Histórias Que o Nosso Cinema (não) Contava.

Crítica: Documentário Histórias que o Nosso Cinema (Não) Contava traz um novo olhar sobre a “pornochanchada”

O documentário é uma montagem criativa, mesclando entre os filmes citados de maneira pouco usual ao gênero de documentários. O projeto se propõe a contar a história do nosso cinema na década de 70, arquivos que até hoje parecem “esquecidos” ou “ocultados”

Confira a Entrevista:

 

 

Este é o primeiro documentário da diretora, “Histórias Que o Nosso Cinema (não) Contava” se faz apenas com cenas dos filmes, sem narrações em off ou qualquer tipo de texto que demonstre explicitamente o objetivo do que é visto em tela, claro, não podemos deixar de notar que a edição conta sua própria história e pende ao bel prazer da visão de Fernanda, que num minucioso trabalho, retira trechos de vinte e sete filmes selecionados dos mais de cento e cinquenta assistidos durante todo trabalho de pesquisa

 

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 0 Média: 0]

Apenas um homem que faz tudo pela "família", Publicitário, crítico de Cinema e fundador do Cinéfilos Anônimos, bom em fazer propostas irrecusáveis e Lasanhas bolonhesa.