Dunkirk | Crítica: O novo filme de Christopher Nolan chega ao cinemas

“Aviso desde já que não há um grande herói pra salvar tudo e todos. Não há um casal apaixonado lutando contra o fim do mundo, este filme é sobre a guerra, e todos são coadjuvantes perante ela, e sim: ESTE É UM FILMÃO DA PORRA.”

O filme começa e já somos apresentados ao seu grande protagonista: a guerra. Pra quem vai ao cinema pra ver o seu ator favorito, seja Tom Hardy ou Harry Styles, aviso desde já que não há um grande herói pra salvar tudo e todos. Não há um casal apaixonado lutando contra o fim do mundo, este filme é sobre a guerra e todos são coadjuvantes perante ela, e sim: ESTE É UM FILMÃO DA PORRA! E dou todo o crédito a isso ao Christopher Nolan, durante o longa somos bombardeados por sequências de explosões e tiros, o que no cinema atual é um clichê, aqui temos um exemplo de que uma direção bem executada pode mudar tudo.

Mais de uma vez fiquei com medo de piscar e perder um soldado, medo de ser a próxima a morrer, tamanho foi o envolvimento que o filme me proporcionou. Nolan usa os planos gerais para chocar o expectador, pra mostrar a realidade de um campo de batalha, é bonito e… trágico. A morte é um outro personagem forte em Dunkirk, e como a arte imita a vida, é o nosso grande vilão.

A experiência sonora é uma das melhores coisas do filme. A trilha original (Hans Zimmer s2) deixa você tenso o tempo todo, é impossível não ficar uma pilha de nervo, bicho. E eu não sei quem fez essa edição/mixagem de som, mas olha: tá de parabéns viu.

Vejam esse longa no cinema, nada de torrent, nada de blu-ray, nada de ver online: VÁ AO CINEMA. Acho difícil ter o mesmo efeito colateral no sofá de casa, e digo isso sem patrocínio viu? Eu quero que todo mundo tenha a mesma sensação que eu tive ao ver Dunkirk: sigo I-M-P-A-C-T-A-D-A! 

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 7 Média: 3.6]

Estudou produção audiovisual e fotografia. O pai era um tira e a mãe uma hippie. É obcecada por paletas de cores e assiste qualquer filme se tiver a Amy Adams no elenco. É um vyado com y e a maior fã de pagode anos 90 desse brasil.