Entrevista | Elenco e diretora falam sobre o filme Todas as Canções de Amor

Dois casais interligados por uma condição especial, uma fita cassete com músicas selecionadas e significativas.

Marina Ruy Barbosa, Bruno Gagliasso e a diretora Joana Mariani falaram ao Cinéfilos Anônimos durante a 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, sobre o filme Todas as Canções de Amor, que já está em cartaz em todo o Brasil.

Crítica: Um presente para os ouvidos, Todas as Canções de Amor entende o amor do começo ao fim

Ana e Chico (Bruno Gagliasso e Marina Ruy Barbosa) são recém casados e durante a mudança para o novo apartamento encontram um aparelho de som abandonado, provavelmente deixado pelos antigos proprietários, nele, uma fita cassete feita por uma tal de Clarice para um tal de Daniel (Luiza Mariani e Julio Andrade), com uma seleção de músicas que dizem muito sobre o momento dos dois.

Confira a entrevista:

 

 

Ainda sobre o filme, Todas as Canções de Amor é um romance incrível e delicado, utiliza os recursos principais como Montagem, fotografia, direção de Arte e principalmente a trilha sonora de maneira criativa e muito bem desenvolvida, possui um roteiro reflexivo sobre momentos das relações e personagens cativantes e bem aproveitados, um filme para amar, chorar e cantar.

 

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 0 Média: 0]

Publicitário, Designer e Crítico de Cinema. É obcecado por monstros gigantes e, talvez, o ser que mais assistiu Breaking Bad neste planeta. Raulseixista desde a infância, hiberna uma vez por ano nos alpes de Itapira, ouvindo 12 horas interrupta do Maluco Beleza