Vídeo Crítica | Robin Hood: A Origem é bom ou ruim?

Estiloso e Moderninho, Robin Hood: A Origem mira na ação mas esquece de todo o resto!

Esqueça o puritanismo e o apego à obra original, Robin Hood: A Origem vem na pegada moderna em jaquetas de couro de João e Maria: Caçadores de Bruxas e A Princesa e o Caçador.

 

Confira a crítica:

Breve sinopse:

Após voltar de um longo tempo em batalha pelas Cruzadas, Lord Robert Loxley descobre que foi dado como morto, sua fortuna roubada e sua amada está com outro homem, o suficiente para qualquer ser humano ouvir um álbum completo da Marília Mendonça, mas não para o jovem playboy que percebe que para reaver sua vida e recuperar o amor de sua vida, precisa ser mais do que um homem, precisa se tornar a lenda.

 

Avaliação do Cinéfilos Anônimos
Avaliação dos Visitantes do site
[Total: 2 Média: 1.5]

Publicitário, Designer e Crítico de Cinema. É obcecado por monstros gigantes e, talvez, o ser que mais assistiu Breaking Bad neste planeta. Raulseixista desde a infância, hiberna uma vez por ano nos alpes de Itapira, ouvindo 12 horas interrupta do Maluco Beleza